Poesia para bebés... Teatro para Todos

O Teatro do Elefante apresentou  A Flor vai ver o Mar – Poesia para Bebés no dia 18 de Fevereiro no Centro das Artes do Espectáculo de Sever do Vouga.

Esta produção, criada para todos a partir dos 3 meses, centra-se na obra de Alves Redol, unindo o texto à música tradicional portuguesa e à projeção de ilustrações de José Miguel Ribeiro
Este espectáculo foi complementado pela formação para pais e educadores sobre Artes para bebés.





 
A poesia tem a extraordinária característica de provocar os sentidos e os pensamentos na procura de significados, muitas vezes, pouco ou nada lineares. Assim, a intenção de A Flor vai ver o Mar não é tanto contar uma história mas, antes, proporcionar espaço suficiente para que cada um possa criar as suas próprias interpretações. A poesia é também feita sonoridades, e assim mesmo pode ser percecionada pelos bebés: som-voz, som-falado; som-cantado, som-silêncio. Nesta medida, a música tradicional interpretada ao vivo estende a dimensão sonora do espetáculo, explorando outras formas de dizer as palavras.
O espetáculo aborda uma obra essencial da literatura portuguesa, escrita por Alves Redol, com bebés. Um Poema, versos, palavras soltas que ficam guardadas para usar quando for grande. Ideias, imagens e emoções são agora essenciais para se entender a si e ao mundo. O conceito deste novo espetáculo integra pela primeira vez a projeção de ilustrações de José Miguel Ribeiro, originando outras dinâmicas, outros fluxos, explorando as possibilidades de contracena e comunicação.
 
Artes para Bebés – Formação para pais e educadores, esta é a sessão que acompanha a apresentação de A Flor vai ver o Mar. A ação de formação dirige-se todos os adultos interessados em desenvolver competências ao nível da animação da leitura, do teatro e da educação pela arte na primeira infância. Os formandos familiarizam-se com os pressupostos de criação de um projeto para bebés, assim como da importância da poesia, dos contos e da literatura no desenvolvimento infantil. Exploram-se técnicas de animação, métodos e materiais que são utilizados nos projetos do Teatro do Elefante para os bebés, em especial os objetos incluídos no espetáculo de poesia.

Comentários

  1. Foi um sábado bastante agradável. Espero que continuem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde.
      Obrigada pelo seu comentário.
      Vamos tentar continuar a proporcionar actividades que estimulem e enriqueçam as nossas crianças e a população de Sever do Vouga.

      Um Bem Haja.

      Atenciosamente,

      Brígida Alves, Programadora Cultural

      Eliminar

Enviar um comentário

os mais vistos

A MENINA DO MAR- LEITURA DRAMATIZADA DE LEONOR BARATA

INSCRIÇÕES ABERTAS- WORKSHOP. FOTOGRAMAS E QUIMIOGRAMAS