quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Poesia para bebés... Teatro para Todos

O Teatro do Elefante apresentou  A Flor vai ver o Mar – Poesia para Bebés no dia 18 de Fevereiro no Centro das Artes do Espectáculo de Sever do Vouga.

Esta produção, criada para todos a partir dos 3 meses, centra-se na obra de Alves Redol, unindo o texto à música tradicional portuguesa e à projeção de ilustrações de José Miguel Ribeiro
Este espectáculo foi complementado pela formação para pais e educadores sobre Artes para bebés.





 
A poesia tem a extraordinária característica de provocar os sentidos e os pensamentos na procura de significados, muitas vezes, pouco ou nada lineares. Assim, a intenção de A Flor vai ver o Mar não é tanto contar uma história mas, antes, proporcionar espaço suficiente para que cada um possa criar as suas próprias interpretações. A poesia é também feita sonoridades, e assim mesmo pode ser percecionada pelos bebés: som-voz, som-falado; som-cantado, som-silêncio. Nesta medida, a música tradicional interpretada ao vivo estende a dimensão sonora do espetáculo, explorando outras formas de dizer as palavras.
O espetáculo aborda uma obra essencial da literatura portuguesa, escrita por Alves Redol, com bebés. Um Poema, versos, palavras soltas que ficam guardadas para usar quando for grande. Ideias, imagens e emoções são agora essenciais para se entender a si e ao mundo. O conceito deste novo espetáculo integra pela primeira vez a projeção de ilustrações de José Miguel Ribeiro, originando outras dinâmicas, outros fluxos, explorando as possibilidades de contracena e comunicação.
 
Artes para Bebés – Formação para pais e educadores, esta é a sessão que acompanha a apresentação de A Flor vai ver o Mar. A ação de formação dirige-se todos os adultos interessados em desenvolver competências ao nível da animação da leitura, do teatro e da educação pela arte na primeira infância. Os formandos familiarizam-se com os pressupostos de criação de um projeto para bebés, assim como da importância da poesia, dos contos e da literatura no desenvolvimento infantil. Exploram-se técnicas de animação, métodos e materiais que são utilizados nos projetos do Teatro do Elefante para os bebés, em especial os objetos incluídos no espetáculo de poesia.

2 comentários:

  1. Foi um sábado bastante agradável. Espero que continuem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde.
      Obrigada pelo seu comentário.
      Vamos tentar continuar a proporcionar actividades que estimulem e enriqueçam as nossas crianças e a população de Sever do Vouga.

      Um Bem Haja.

      Atenciosamente,

      Brígida Alves, Programadora Cultural

      Eliminar