segunda-feira, 11 de junho de 2018

Fim de semana de 9 e 10 de junho  no Centro das Artes e do Espectáculo recheado de música e teatro.

No passado fim de semana o CAE acolheu o espectáculo da Escola de Música Pentagrama e o Sarau da Universidade Sénior do Rotary Clube de Sever do Vouga, este último que se juntou à causa solidária do projecto concelhio DOU MAIS TEMPO À VIDA do Núcleo do Centro da LIGA PORTUGUESA CONTRA O CANCRO e para esta reverteu a receita de bilheteira deste evento.
Foram dois grande momentos culturais onde a música e o teatro foram as artes reinantes.

A Câmara Municipal apoiou, estes dois eventos cedendo graciosamente as instalações e equipamentos técnicos, bem como assumiu as despesas da operação técnica dos mesmos e a pré-produção.
Coube às duas entidades (Escola de Música Pentagrama e US Rotary Clube de Sever do Vouga) a organização do evento e a responsabilidade pelo acolhimento do público.

Fotos de Nuno José.

Sarau USR


Sarau USR

Sarau USR













Festa da Escola de Música Pentagrama

quarta-feira, 6 de junho de 2018

A 10ª EDIÇÃO DO FESTIM - FESTIVAL INTERMUNICIPAL DE MUSICAS DO MUNDO, VAI INICIAR O SUA PASSAGEM POR SEVER DO VOUGA DIA 23 DE JUNHO COM O CONCERTO DOS FRANCESES LA CARAVANE PASSE.

OS BILHETES PARA OS CONCERTOS DE SALA JÁ ESTÃO À VENDA EM WWW.TICKETLINE.SAPO.PT 

SAIBA UM POUCO DE CADA UM DOS GRUPOS QUE ATUARÃO EM SEVER DO VOUGA.


LA CARAVANE PASSE

França 

rap / jazz manouche / balcânica / rock alternativo

Estes franceses são loucos! O 10º Festim abre com a força toda. Diante de La Caravane Passe, o apelo é irresistível e o público vai saltar. Este coletivo mistura rock francês com música cigana e mescla rap e ska com ‘chanson française’, num verdadeiro apelo à festa. Igual mestiçagem nas letras das canções, numa língua misturada que conta histórias de viagens, de fronteiras e culturas. Regressam a Portugal, ao fim de muitos anos, já com um estatuto incontornável no seu país e uma crescente internacionalização. Música a um ritmo eletrizante e uma energia inigualável, a partilhar com todo o público dos seus concertos. Até os cães ladram!
Toma Feterman - voz, guitarra, banjo, trompete
Olivier Llugany - voz, teclados, trombone, fliscorneCyril Moret - clarinete, flauta, saxofonePat Gigon - bateria, loops Ben Body - baixo
Sáb | 23junho | 22h | CAEBilhete: 6€ | 4€ (d.h) à venda em https://ticketline.sapo.pt/evento/10-festim-la-caravane-passe-35619


BOBAN MARKOVIC ORKESTAR

Sérvia

fanfarra balcânica

Diretamente do caldeirão cultural balcânico, de regresso a Portugal, a banda de sopros liderada por Boban Markovic - um dos mais famosos trompetistas ciganos - promete fazer a festa. Famosa pela capacidade de levar cada audiência ao delírio, esta orquestra já ganhou todos os prémios de carreira e está habituada a pisar os maiores palcos mundiais da chamada ‘world music’, com um histórico de milhares de concertos por todo o planeta. Uma potência sonora, ao vivo, capaz de levantar toda a gente. Música cigana no seu estado mais puro, alucinante, arrebatadora. Festim garantido para duas grandes noites!
Boban Markovic – trompete, voz 
Zika Dimitrievski – saxofone, voz 
Filip Stojanivic – trompete 
Dragan Krstic – acordeão 
Goran Spasic – trompa 
Dragan Jovanovic - trompa
Daniel Miskovic - trompa
Jugoslav Petrovic - tuba 
Dzavit Demirovski – bateria
David Zekic - darbuka 
SÁB | 30JUNHO | 22H | Parque Urbano da Vila (Feira do Mirtilo)Entrada Livre


LA YEGROS


Argentina 

cumbia / folk / eletrónica

Alegre, vibrante e carismática. Mariana Yegros - aka La Yegros - cresceu no coração de Buenos Aires, umas das mais cosmopolitas metrópoles sul-americanas, sem prescindir da herança dos ritmos da cumbia. O seu imaginário sonoro moldou uma personalidade indissociável dessa origem mestiça, mas com toda a modernidade e um olhar global, conferindo-lhe o título de primeira-dama da cumbia digital. La Yegros chega ao Festim para três grandes noites, numa combinação explosiva da música urbana, eletrónica e folclórica, incorporando uma atitude punk e uma energia contagiante a descobrir ao vivo. Um irrecusável convite para dançar!
Mariana Yegros – voz
Gabriel Ostertag – percussão e eletrónica David Martinez – guitarra Damien Issertes – acordeão 


SÁB |14 jULHO | 22H | CAEBilhete: 6€ | 4€ (d.h) à venda em https://ticketline.sapo.pt/evento/10-festim-los-yegros-35625


terça-feira, 5 de junho de 2018

A verdade sobre a crise dos refugiados, conta-se em Do Bosque Para o Mundo, um espetáculo para crianças para assistir no CAE, em Sever do Vouga, dia 21 de junho.

Aos 12 anos, Farid e o irmão, ambos da tribo pachtun, ficam entre a espada e a parede: ou se juntam aos americanos contra os talibans ou vingam a morte do pai e tornam-se bombistas suicidas. Enviar os filhos do Afeganistão para a Europa foi a solução encontrada por uma mãe desesperada. A viagem de um ano e meio decorreu por terra e mar, com um quase naufrágio no mar Egeu, até chegar à “Selva” de Calais e depois até Inglaterra via canal da Mancha.
Em Do Bosque Para o Mundo, a história verídica de Farid, encontrada nas notícias por Miguel Fragata (encenação) e Inês Barahona (texto), serve para “contar a verdade” de “forma transparente” sobre a crise dos refugiados. Os criadores de A Caminhada dos Elefantes e The Wall deram início a este novo projeto, trabalhando histórias tradicionais, como A Gata Borralheira ou O Capuchinho Vermelho, para “perceber de que forma estas histórias preparam as crianças para o mundo. Conseguíamos cruzar as histórias tradicionais, com o preto e branco muito bem definidos, com os maus muito maus e uma moral muito concreta, com os temas da atualidade”, explica Miguel Fragata. Apesar da reviravolta na história, falar de um final feliz “depende da perspetiva”, diz Miguel. “Há peças do puzzle que encaixam, mas todo o princípio desta história é muito infeliz.”
As atrizes Anabela Almeida e Manuela Pedroso são as contadoras de histórias que vão narrando os vários momentos da travessia de Farid, ao mesmo tempo que explicam conceitos tão concretos como refugiado, tráfico, asilo, deportação e como pode a Europa proteger quem chega.
Do Bosque Para o Mundo
21 de junho às 10h00 e às 14h00
Público escolar
Entrada gratuita