Finalmente vamos poder abrir as portas e receber-vos. Bem Vindos ao CAE de Sever do Vouga !

Bem Vindos ao CAE!

Estamos com muita vontade de reabrir as portas, no entanto com a certeza de que todo o cuidado é pouco e que devemos cumprir com todas as regras de higiene para que este regresso seja pleno de segurança e de conforto para todos os que o irão utilizar: público, artistas e equipas.

Depois de quase quatro meses de portas fechadas (março a junho) e de termos aberto em julho, numa ou outra ocasião, para dar resposta à urgência do acolhimento de iniciativas essencialmente de cariz social e político, arrancaremos em força no próximo dia 10 de outubro, para finalizar o período de programação a 30 de dezembro.

Apesar de ter sido um exercício de programação difícil por termos de trabalhar sobre o que já tínhamos trabalhado e que nos vimos obrigados a reagendar para honrarmos compromissos, bem como ser importante apresentar novas propostas este é o desenho de programação que temos a apresentar:

10 de Outubro às 10h30. Romeu & Julieta do Teatro Praga.

Fotografia | Bernardo Gramaxo

Iniciamos a programação no dia 10 de outubro com um espetáculo dirigido às famílias. Partindo de William Shakespeare, Cláudia Jardim e Diogo Bento andarão à volta de ROMEU & JULIETA, a clássica história de amor que põe no centro da ação dois teenagers apaixonados em rota de colisão com as suas famílias e com uma sociedade repressora. Num ambiente divertido de uma cozinha dentro do palco, os atores guiam os jovens espetadores participantes pela história deste romance maldito, misturando-a com a feitura de um delicioso Cheesecake que leva o nome dos dois protagonistas shakespeareanos. Esta história, ainda que com uma linguagem adaptada, é a tragédia originalmente escrita no Século XVI, ora trágica ora cómica, que será contada de forma lúdica, através dos ingredientes e dos passos da receita do bolo. Neste ROMEU & JULIETA o drama confunde-se com o queijo Ricota, o sangue dos amantes é doce de Goiaba, as lutas de espadas fazem-se com espátulas e caçarolas e uma dentada numa bolacha Maria pode ser uma alternativa deliciosa para um coração partido.

O texto e criação é de Cláudia Jardim, Diogo Bento e Pedro Penim e a interpretação é de Claúdia jardim e Diogo Bento. A direcção de produção é de Andreia Carneiro e a produção está a cargo de Alexandra Baião.Uma co-produção do Teatro Praga, Maria Matos Teatro Municipal, Teatro Municipal do Porto, Teatro Viriato e Centro de Artes de Ovar.

Os bilhetes custam 5€ (família) e é dirigido a crianças com mais de 6 anos e o espetáculo tem a duração 60min

 17 de Outubro às 21h30. Concerto de Amélia Muge & Filipe Raposo 















Este é um dos espetáculos que reagendamos para esta altura do ano.

Amélia Muge, sem dúvida, uma das mais respeitadas e prolíficas compositoras e cantautoras portuguesas da atualidade junta-se neste espetáculo em duo, ao fabuloso pianista Filipe Raposo, para nos embalar ao som dos temas mais marcantes da sua carreira, assim como nas faixas mais recentes da cantautora, que por diversas vezes foram-lhe atribuídas diversas distinções ao seu trabalho discográfico e poético. O espetáculo tem duração aproximada de 75 minutos e é para maiores de 6 anos.

Os bilhetes custam 7,5€ (c/ d.h.) e estão à venda online e nos postos locais de venda do Município de Sever do Vouga.

 15 de Novembro às 15h30. Oficina Performance. Roubei um Livro na Cabine de Leitura e Hoje Vou Ler (Lama Teatro). 














A oficina. performance “Roubei um Livro na Cabine de Leitura e Hoje Vou Ler” da Lama Teatro tinha data marcada para o dia 4 de julho e foi reagendada para dia 15 de novembro.

21 é o número de performers que roubaram livros na cabine.

21 é número de perfomers que vão ocupar o espaço em forma de poesia de porta aberta.

O público é convidado a entrar nesta exposição viva, onde pode observar a dicotomia entre os momentos de leitura e a versão online dos nossos corpos. Levar telemóvel é urgente e obrigatório.

A apresentação de Roubei um Livro na Cabine de Leitura e Hoje Vou Ler implica a existência de uma residência artística prévia onde deverão participar 21 severenses que sob a orientação de João de Brito prepararão a performance. Esta residência ocorrerá entre o dia 9 e o dia 15 de novembro.   

Os interessados em participar devem enviar um email para centrodasartes@cm-sever.pt ou mensagem através da página do facebook do CAE.

A apresentação da performance, com duração de 90 minutos terá lugar dia 15 de novembro às 15h30 e o bilhete de entrada custa 5€ (4€ d.h.)

21 de Novembro às 21h30. Concerto de TERESA SALGUEIRO – “#ALEGRIA” – 19º aniversário do CAE




















Iremos celebrar o 19º aniversário do CAE com um concerto especial. Trata-se do novo espectáculo da Teresa Salgueiro que é, simultaneamente uma celebração dos seus 12 anos de carreira a solo e um apelo a uma tomada de consciência para os exigentes desafios de humanização do mundo actual.

#Alegria” é o nome deste concerto, mote para a total fruição da Vida.

Celebremos os 19 anos do CAE e os 12 anos de carreira de Teresa Salgueiro dia 21 de Novembro de 2020.

Este concerto tem entrada gratuita, sujeita à lotação da sala. Os bilhetes serão distribuídos dia 21 de Novembro no horário habitual da bilheteira.

5 de Dezembro às 21h30. Maria João - OGRE electric.




















"Open Your Mouth"

Pela primeira vez em Sever do Vouga Maria João apresenta OGRE Elétric dia 5 de Dezembro no CAE, uma incursão da cantora pelo mundo da eletrónica.

Nesta incursão pelo mundo da electrónica, a terceira, Maria João encoraja-nos a abrir a boca, cantar, falar, amar e lutar pelo que acreditamos.

Explorar, nunca ficar no mesmo sítio, procurar sempre novas coisas - será sempre este o lema deste projecto, que por vezes é difícil de definir… mas também, quem é que precisa de rótulos?

OGRE caminha agora numa direcção mais urbana, com um groove orientado para o hip-hop, misturado com a alegria infantil de Maria João, numa viagem que nos leva a paisagens de sonho, florestas escuras e misteriosas, ritmos africanos, e mesmo ao interior das nossas mentes alucinadas!

Para além da formação de base, que inclui João Farinha (teclados, sintetizadores, composição e produção) e André Nascimento nas feitiçarias electrónicas, o novo álbum conta ainda com o incrível baterista Silvan Strauss que nunca se esquece de partir a loiça toda e que é em parte responsável pela nova direcção sonora.

 Os bilhetes custam 7,50€ e estão à venda online. O espetáculo tem uma duração de cerca de 75 minutos e é para maiores de 6 anos.

 12 de Dezembro às 21h30. Performance Corações Tatuados 

 Projeto Laboratório de Palco



 










A peça “Roda do Mosteiro Velho” ou “Centre Culturel Transdisciplinaire du Mosteiro Velho” é a versão final do texto “Arruinados em Três Atos”, produzido pelo Teatrão. Esse texto original foi rescrito no âmbito do programa Palcos do Românico, em 2014, que resultou numa peça com referências aos territórios do Vale do Mondego, Vale do Tâmega e vale do Sousa. Para esta encenação a que chamámos “Corações Tatuados”, o texto foi alterado, com a criação de mais personagens e a inclusão de referências ao território do Vouga. Com tantos rios ao barulho, e depois de uma adaptação de cenas de Shakespeare feita sob o signo das quedas d'água, parece que nos repetimos. E de certo modo, sim, esta peça é uma repetição ou, mais um corridinho, em que as coisas voltam sempre ao princípio, ou pelo menos, uma roda do destino em que as personagens tentam voltar às origens para se conhecerem melhor. As personagens principais são órfãos deixados na roda dos expostos, tendo como única família o grupo de teatro que fundaram há muitos anos. Na fábula, um jovem ator amador tenta juntar de novo o grupo para reconquistar a namorada. O pretexto vai ser a inauguração de um Centro Cultural no antigo Mosteiro. Os membros do grupo estão desavindos, mas acabam por se reconciliar em nome da arte, do amor e... do dinheiro.

 A dramaturgia é de Jorge Louraço Figueira, a encenação de Joana Figueira e o movimento e expressão Corporal de Yola Pinto, a equipa do projecto Laboratório de Palco.

A interpretação está a cargo dos severenses: Ana Conceição, Carolina Tavares, Catarina Leitão, Cristina Silva, Eduardo Veiga, Gina Conceição, Helena Teixeira, Isabela Sá, Joana Veiga, Luísa Figueiredo, Maria do Carmo Henriques, Maria de Lurdes Costa, Rogério Conceição, Rosa Macedo, Salvador Borges, Stefan Ribeiro, Tiago Santos e Valdemar Lima.

Este espectáculo resulta do processo de desenvolvimento do projecto anual Laboratório de Palco, cujo objectivo é criar um espaço de experimentação e criação artística envolvendo os elementos da comunidade severense e cuja orientação está a cargo de profissionais das áreas das artes performativas.

Os bilhetes custam 5€/ 4€ (d.h) à venda online.


ACOLHIMENTO (ACTIVIDADES ORGANIZADAS PELAS ENTIDADES CONCELHIAS QUE CONTAM COM O APOIO DA CÂMARA MUNICIPAL DE SEVER DO VOUGA)

 Durante este período está previsto acolhermos no CAE as seguintes atividades:

31 de outubro às 21h30. A peça Zaping, uma produção da Severi (Associação de Expressão Dramática de Sever do Vouga);

 19 de Dezembro às 21h30. Festa de Natal da Escola de Música Pentagrama; 

20 de Dezembro às 16h00. Concerto de Natal da Banda Filarmónica Severense.


Ficaremos muito honrados pela vossa Visita e Presença!

Brigida Alves, Programação Cultural e Coordenação 


Comentários

os mais vistos

A MENINA DO MAR- LEITURA DRAMATIZADA DE LEONOR BARATA

INSCRIÇÕES ABERTAS- WORKSHOP. FOTOGRAMAS E QUIMIOGRAMAS